Skip to content

1º de maio amarelo

05/05/2009

É um velho hábito, no PCP, considerar-se que os outros podem ser bufados.  Exactamente porque se trata dos outros, fiéis de igreja adversa.

É dogma de fé na religião da classe operária a obediência dos não-crentes, seja na condição de aliados, de convertíveis, ou a sua submissão pura e simples, em de hereges se tratando.

Exemplar é o caso dos renegados Manuel Claro, João Pulido Valente e Francisco Martins Rodrigues denunciados no Avante em Dezembro de 1964, no artigo Cuidado com Eles, onde se avisava a militantes, democratas e pessoas honradas, cuspindo os nomes, e  provocando gargalhadas na PIDE.

Não é único.

Quem dormiu com Joseph Vissarionovitch Djougachvili e Lavrentiy Pavlovitch Beria mantém após o divórcio uma memória do casamento de que não se livra por certidão.

Uma memória dolorosa, como a vítima de maus tratos que acorda do pesadelo mas continuará a viver com ele, até que se desvaneça.

Estaline, Svetlana Iossifovna Allilouïeva, Beria,

Estaline, Svetlana Iossifovna Allilouïeva, Beria,

…….

Avante nº 349, Dez 1964

Cuidado com Eles, Avante nº 349, Dez 1964

…. ……. …… ………  ….   ………………    …….. ……. …  …….  ……….  …. ……. …… ………  ….   ………………    …….. ……. …  …….  ……….  …. ……. …… ………  ….   ………………    …….. ……. …  …….  ……….  …. …..

Os incidentes no 1º de Maio em Lisboa conheceram ontem mais uma polémica que começou nos blogues. Nas imagens da RTPN, um dos elementos que chama “traidor” ao cabeça-de-lista do PS às europeias, Vital Moreira, é militante do Bloco de Esquerda, originário do Ruptura/FER.

(…)

De facto, algumas das referências (…) surgiram em blogues de pessoas ligadas ao PCP.

Correio da Manhã

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: